Instituto São Cristóvão

Cursos oferecidos pelo ISC

20pxmopp-120px 20pxescolar20px 20px coletivo-1 20px emergencia 20pxreciclagem-1

  

 

motofretepeb

 

letra_mopp

letra_escolar letra_coletivo letra_emergencia letra_reciclagem MOTOFRETE

ISC não terá expediente de 19 de dezembro a 2 de janeiro

recesso-fim-de-ano-isc

As atividades do Instituto São Cristóvão (ISC) serão encerradas na próxima sexta-feira (16). Entre 19 de dezembro e 2 de janeiro, o ISC e a Fetropar entrarão em recesso de final de ano. Neste período, os funcionários estarão em período de férias coletivas.

O atendimento será retomado em 3 de janeiro, a partir das 8h. Por isso, se você precisa entrar em contato o ISC, telefone para (41) 3015-3300.

O horário de funcionamento do Instituto é das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30. Para saber mais sobre a entidade, o trabalhador pode navegar pelo site ou pelo Facebook.

Fonte: ISC

   

Mensagem de final de ano

fim-de-ano-isc-2016-17 03

O fim do ano é sempre um bom momento para pensarmos um pouco na vida, lembrar das maravilhas que temos a agradecer e também de tudo aquilo que nunca mais voltaremos a fazer.

Toda nova etapa deve ser comemorada, ganhamos uma ótima oportunidade de eliminar tudo o que já não traz felicidade para nossas vidas e, assim, obtemos mais espaço para vivermos novas alegrias! Vamos nos cercar de pensamentos positivos e continuar a dar o nosso melhor, sempre que possível.


Que este novo ano chegue primeiramente com muita saúde e coragem, pois assim já temos o suficiente para conseguir todo o resto. Que também nunca nos falte trabalho, e que a nossa equipe continue por muitos anos prezando sempre pela amizade!

Feliz Ano Novo!

São os votos do Instituto São Cristóvão a todos os sindicatos filiados, parceiros, trabalhadores e a todos que fazem essa entidade ser melhor a cada ano.  

   

Conselho Fiscal do ISC aprova prestação de contas de julho, agosto e setembro

IMG 6246

Para que uma entidade caminhe na direção certa, é necessário que a prestação de contas seja feita periodicamente. Por isso, em 14 de dezembro, os membros efetivos do Conselho Fiscal do Instituto São Cristóvão (ISC) se reuniram para avaliar as receitas e as despesas da instituição.

O período analisado foi de 1 de julho a 30 de setembro deste ano. Após avaliarem os documentos, referentes às notas e aos recibos da entidade, a prestação de contas foi aprovada pelos integrantes.

O saldo positivo da instituição é resultado, prioritariamente, do repasse provindo da Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Paraná (Fetropar).

Para o presidente do ISC, João Batista da Silva, a crise que se abateu sobre a economia não afetou, significativamente, as receitas da instituição.

“Nós estamos fechando 2016 com uma situação tranquila, até com a previsão de superávit. A maior preocupação será para 2017. Temos a expectativa de que as coisas continuem em equilíbrio, mas não dá para esperarmos uma ampliação muito elevada”, considerou.

As atividades básicas que o Instituto promove, como a oferta de cursos, continuarão sendo realizadas. A entidade objetiva promover a formação sindical e profissional.

Para 2017, a proposta é que os cursos sejam ampliados aos trabalhadores da capital, representados por sindicatos que possuem base forte. Outro grande diferencial é a implementação de um observatório de saúde e segurança do trabalhador, que deve ocorrer no primeiro trimestre do próximo ano.

   

Fetropar estuda a implementação de um observatório de saúde e segurança no trabalho

f061d46a-138c-44ce-aa1b-dcf26c1be9ee

As doenças e os acidentes de trabalho são realidades frequentes na população brasileira. Entre 2007 e 2013, 5 milhões de acidentes ocorreram nos ambientes de trabalho. Desses, 45% acabaram em morte, invalidez permanente ou afastamento temporário do emprego.

Diante desse contexto, é importante a realização de debates e campanhas que promovem a conscientização tanto de empregados como de patrões. Em 1 e 2 de dezembro, ocorreu, no Rio de Janeiro, o I Congresso Técnico Científico da Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Saúde no Trabalho (Fundacentro).

O evento deu destaque para os projetos, atividades, programas e ações realizadas pela entidade em cinco décadas de existência. Essa também é a oportunidade para demonstrar a existência e a atuação determinada na luta e no combate aos males laborais. O evento recebeu o apoio da Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Paraná (Fetropar).

Com o objetivo de buscar subsídios, conhecimentos e parcerias para a implementação de um observatório socioeconômico de estudos e pesquisas sobre acidentes e doenças no trabalho, a Fetropar garantiu a sua participação no encontro.

Em abril, o Instituto São Cristóvão (ISC) – organização não governamental mantida pela Fetropar – lançou uma pesquisa destinada a toda a categoria. Os primeiros resultados saíram em outubro, e as avaliações feitas pelos trabalhadores demonstraram que o assédio moral, as doenças e os acidentes de trabalho são as principais preocupações dos rodoviários.

Para o diretor administrativo do ISC, Munir Varela, a participação da Fetropar no evento é a oportunidade de alinhar o plano de trabalho da Federação com a Fundacentro, que é referência no Brasil, pois de ambas as partes existe a intenção de aprimorar o trabalho na área da pesquisa e do conhecimento.

“Também tivemos a possibilidade de fazer contato com outros profissionais que estão envolvidos nesse cenário, mas que não têm ligação direta com a entidade realizadora do evento. Com isso, podemos ampliar os trabalhos, com base em pesquisas já realizadas e experiências bem sucedidas”, comentou.

Durante o planejamento estratégico da Fetropar, realizado em maio deste ano, o presidente da Federação, João Batista da Silva, já tinha estabelecido como prioridade, para os próximos anos de gestão, reduzir e atenuar os altos índices de doenças e acidentes de trabalho.

“Combater doenças e acidentes de trabalho é proteger o maior patrimônio das empresas e da sociedade, que são os trabalhadores. Com a política de prevenção, fica muito mais fácil evitarmos problemas graves no futuro. Por isso, planejamos a criação desse observatório, que irá avaliar as principais dificuldades dos empregados ”, destacou.

Fonte: Fetropar/ISC

   

Pagina 1 de 45

Você está aqui: Home
NEWS2

Nome:
Email(Obrigatório):

AGENDA

inscricao22